www.esmeraldanoticias.com.br
                       

1ª Feira de Agricultura Familiar de Campo Formoso-Ba

A I Feira da Agricultura Familiar de Campo Formoso aconteceu em ritmo da alegria e muita troca de conhecimento. O Tema: “Produzir e consumir orgânico é preservar a vida”, poderia ser apenas um slogan, porém a proposta apresentada por si só já mostra a importância de se promover ações que promovam a conscientização para fortalecer e discutir a importância da agricultura familiar na sociedade campoformosense.

SAM_0933

A Feira foi realizada nos dias 18, 19 e 20 de outubro de 2013, na Praça Herculano Menezes. Levantar a bandeira da produção e consumo consciente de produtos orgânicos de qualidade foi o principal objetivo do SINTRAF que de forma mais continua promove o desenvolvimento sustentável no município de Campo Formoso. “Queremos que no futuro, todas as sociedades possam valorizar o homem do Campo e as produções agrícolas, estamos iniciando um chamamento de todos para um verdadeiro compromisso com o meio ambiente e as gerações futuras”, disse o presidente do SINTRAF José Ramos.

Segundo o presidente, a iniciativa foi do SINTRAF de Campo Formoso, porém somente foi possível realizar o evento com o apoio da CESE – Coordenação Ecumênica de Serviço, da Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar do estado da Bahia (FETRAF-BAHIA), da Prefeitura Municipal de Campo Formoso, da Comissão Municipal da Água, das Obras Sociais da Diocese de Senhor do Bonfim, da Associação de lideranças da CEBES e da Paróquia de Santo Antônio de Campo Formoso.

Os expositores (50 Grupos da Agricultura Familiar e da Economia Popular e Solidária) esperavam um público próximo de 1000 visitantes, porém a expectativa foi superada, registrando-se um número superior a 1500 pessoas dos municípios de Campo Formoso, como Sr. Bonfim, Antônio Gonçalves e Jacobina. A diversificação dos produtos expostos contribuiu consideravelmente com o sucesso da feira, quem compareceu não se decepcionou, pois em cada espaço de visitação era possível encontrar artesanatos, produtos orgânicos como: arroz vermelho, alface, coentro, abobora, aipim, mel, diversos tipos de doces e licores extraídos dos frutos da caatinga e do semiárido e muita alegria dos expositores.

Cópia-de-SAM_0907

“Eu tava com medo de não vender, porque sou iniciante e estava expondo ao lado de uma grande cooperativa, mais usei minha criatividade, e força de vontade fiz os rótulos e comprei os frascos uniformes e foi uma maravilha vendi só nos dois primeiros dias em torno de R$ 800,00”, falou com ar de satisfação o agricultor e apicultor Bobô da comunidade de Brejo Grande.

Além da exposição dos produtos, foram oferecidas 04 oficinas temáticas:

  • Agricultura Familiar: Produzir, consumir e comercializar, onde Paulo César Técnico em Agropecuário do IRPAA, onde relacionou a importância da agricultura familiar e inserção dos produtos nas políticas públicas mais especificamente PAA e PNAE.
  • Mulheres e Jovens: Liberdade e Autonomia onde a Psicopedagoga Débora Costa relaciona a importância das mulheres e jovens na construção de um novo jeito de viver e na construção de uma nova sociedade, refletindo que estes devem sair do anonimato e se tornarem protagonista da própria história;
  • Economia Popular e Solidária – Assessorada por Farnézio Brás representante do Grupo Regional de Economia Popular e Solidaria da Região de Sr. Bonfim, onde trás o lema que “uma nova economia já acontece” trazendo as experiências já existentes na região, de trocas, feiras solidárias rumo à construção de uma nova economia, onde a vida seja mais importante.
  • Povos e Comunidades Tradicionais e Agricultura Familiar – Teve como instrutor o Juvaldino Nascimento, Secretário de Luta pela terra, reforma agrária e regularização fundiária do SINTRAF apresenta uma relação dos povos e comunidades tradicionais, especificando as características de cada etnia.

Durante todo o evento os grupos de teatro, cantores e bandas de forró da nossa região desde a abertura (Grupos Puxadeirart de Puxadeira e o Quilombart de Laje dos Negros que aguçou o ânimo da platéia) até o encerramento (Banda Companhia do Explode de Brejão da Caatinga, Grupo de Pífano Calumbi de Brejo Grande, dentre outros). As atividades foram encerradas no domingo à tarde com o almoço regado de música com a Cantora Dagmar do povoado de São Tomé e do cantor Elton Henrique de Puxadeira.

Com todas as expectativas superadas a 2ª Feira da Agricultura familiar de campo Formoso promete, pois o sucesso da primeira mostra a necessidade de resgatarmos não somente hábitos alimentares saudáveis. Mas também o resgate de aspectos culturais que deixavam a população campoformosense mais próxima do campo. “Esta feira foi uma iniciativa que deve se repetir o mais rápido possível, as noites e os dias que passamos aqui não tem preço, quem não participa não sabe o que tá perdendo”, falou emocionada, a senhora Samira- expositora do grupo de mulheres de Limoeiro.

SAM_0929

SAM_0932

SAM_0882

SAM_0885

SAM_0900

Fonte: ASCOM SINTRAF/ Fotos: Nilton Produções

Se você não quer virar notícia não deixe que o fato aconteça, acesse:

www.esmeraldanoticias.com.br

Aqui a notícia em primeiro lugar e em tempo real.

 

 

 

Deixe uma Resposta

Imagens

Entrar | Desenvolvido por HNews themes